21.8 C
Campo Grande
sábado, 15 junho, 2024

A trajetória de um campeão: Yeltsin Jacques comemora os resultados de 2023 e foca nas Paralímpiadas de 2024

Depois de passar por um período de recuperação, o fundista retomou em grande estilo conquistando medalhas no Mundial e no Parapan

Na contagem regressiva para as Paralímpiadas de Paris de 2024, Yeltsin Jacques comemora o desempenho de MS na temporada de competições de 2023. Após passar por um período de recuperação devido as lesões no pé e na posterior direita, o fundista conquistou duas medalhas no Mundial de Atletismo e uma medalha de ouro nos Jogos Parapan Americanos realizados no mês passado.

A superação da dificuldade por meio esporte

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Yeltsin Francisco Ortega Jacques tem 32 anos, é natural de Campo Grande e atualmente é considerado um dos principais paratletas do Brasil. Nasceu com baixa visão e ainda criança com incentivo da mãe e de alguns professores encontrou no esporte, uma maneira de quebrar barreiras e encarrar a realidade que estava a sua volta.

“Com dois anos (de idade) o Dr. Álvaro me diagnosticou com Amaurose Congênita de Leber (ACL) e minha mãe bem tranquila que como ela sempre foi, comprou uma bicicleta para mim, e eu com dois, três anos eu já andava de bicicleta. Com três anos, entrei para natação em Campo Grande e com cinco anos já fui nadar em Bonito. Sempre frequentei o ISMAC, o Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos e ali eu comecei. Com 12 anos fui lutar judô e treinar na Academia Moura e comecei a me destacar no judô. Com 13 anos fui disputar o Campeonato Brasileiro Aberto Adulto no Rio e fui crescendo e sempre gostando do judô”, lembra Yeltsin.

O trajeto de um campeão: Yeltsin Jacques comemora os resultados de 2023 e foca nas Paralímpiadas de 2024
Campeonato Mundial de Atletismo de Paris, no Estádio Sebastian Charlety. Foto Alessandra Cabral/CPB.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tudo parecia encaminhado para Yeltsin Jaques seguir dentro dos tatames, até que aos 16 anos o atletismo surgiu em sua vida de forma inusitada por meio de um amigo que precisa de um guia para correr. Yeltsin aceitou o desafio e dali em diante se apaixonou pelas pistas, correu bem sua dedicação lhe rendeu um convite para participar das Paralimpíadas Escolares.

“A gente não conhecia nada do esporte. Cheguei lá bati o recorde brasileiro dos 1000 (metros) e ganhei os 400 (metros), correndo de tênis. Voltei para Campo Grande, fui fazer um trabalho com o sensei Moura, ele olhou e me falou, pô você é bom no judô, mas você é o cara na corrida. Em 2008, comecei a meio que parar com o judô para ir nos treinos de atletismo com o professor Valdir, que foi um dos maiores descobridores de talentos aqui no Mato Grosso do Sul, e estava treinando no Grêmio Enersul e ali eu comecei a me destacar”, lembra Yeltsin.

O universo do atletismo sob a ótica de Guilherme Ademilson
Guilherme Ademilson atleta guia treinando ao lado Yeltsin Jacques. Foto: Arquivo Pessoal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira o Papo Sem Retranca completo com Yeltsin Jacques:

As sábias palavras do sensei Moura estavam certas e a escolha pelo atletismo era a melhor opção para o jovem que demostrava ter potencial na modalidade e um futuro promissor pela frente. Afinal, foi correndo que Yeltsin se transformou em um paratleta renomado e nas Paralímpicos de Tóquio no Japão em 2021, viveu o ápice de sua carreira. Yeltsin Jacques escreveu para sempre o seu nome na história das Paralímpiadas, ao conquistar a 100ª medalha de ouro da história do Brasil na prova dos 1500m T11, estipulando também o novo recorde mundial com o tempo de 3m57s60. Um marco que foi que fechamento da participação do campo-grande que levou duas medalhas douradas de volta para casa. A primeira delas, foi na disputa dos 5000m T11, em uma data mais que especial, no exato dia do aniversário de 123 anos da Cidade Morena.

O trajeto de um campeão: Yeltsin Jacques comemora os resultados de 2023 e foca nas Paralímpiadas de 2024
Yeltsin Jacques vence 1.500m e bate recorde mundial nas Paralimpíadas. Foto: Rogério Capela/CPB.

 “A gente conquistou a primeira medalha do atletismo brasileiro em Tóquio, a primeira vez que o nosso hino tocou no Estádio Nacional de Tóquio, foi com a gente. Lá já era dia 27 de agosto e aqui era noite do dia 26, aniversário de Campo Grande e a gente pode dar esse presente de aniversário (a medalha de ouro). No dia 31, na final dos 1500m, a gente conquistou a centésima medalha de ouro da história do paratletismo brasileiro com recorde mundial. Então isso vai ficar marcado na história do esporte brasileiro” ressalta Yeltsin.

Yeltsin Jacques será recebido por fãs em carreata pelo centro de Campo Grande
Yeltsin Jacques será recebido por fãs em carreata pelo centro de Campo Grande. Foto: Wander Roberto / CPD.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, mesmo sendo uma referência para o paradesporto brasileiro, Yeltsin Jaques segue lutando, só que não mais para derrotar os aversários dentro dos tatames como na juventude, e sim, pela inclusão social. Mesmo com as novas regras regulamentadas pela Federação Internacional Atletismo estando vigor, o fundista admite que ainda é impedido de correr nas provas organizadas pela Federação de Atletismo de Mato Grosso do Sul (FAMS), que alega não ter uma categoria específica para sua categoria. “A pessoa com deficiência chegar a ser proibida de participar de uma corrida de igual para igual, só porque não enxerga eu acho que é cumulo. Eles (a federação) alegam que o guia me beneficia, inclusive é um problema que eu tenho tido. A gente achou que com a troca da federação mudaria isso, mas não mudou”, lamenta Yeltsin.

Yeltsin Jacques chega ao Japão para representar o Brasil nas Paralímpiadas de Tóquio
Yeltsin Jacques chega ao Japão para representar o Brasil nas Paralímpiadas de Tóquio. Foto: redes sociais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Antos e Baixos na temporada

A temporada 2023 de Yeltsin Jaques e os atletas-guia Edelson Ávila e Guilherme Ademilson Santos naturalmente passou por oscilações. Logo no início do ano, o fundista do SESI MS, sofreu com algumas lesões que acabaram atrapalhando na preparação para o Campeonato Mundial de Atletismo Paralímpico 2023. Mesmo assim, o resultado no Mundial foi muito satisfatório e a equipe terminou a disputa com duas medalhas na classe T11, sendo um bronze nos 5.000m, com tempo de 15m12s37 e um ouro nos 1.500m com a marca 4min03s83.

O trajeto de um campeão: Yeltsin Jacques comemora os resultados de 2023 e foca nas Paralímpiadas de 2024
Jacques Yeltsen no Campeonato Mundial de Atletismo de Paris, no Estádio Sebastian Charlety. Foto Alessandra Cabral/CPB.

No Parapanamericano de Santiago no Chile, correndo ao lado dos companheiros, Yeltsin chegou na marca de 15min13s10 quebrando o recorde da competição na prova dos 5000m e mais uma vez, o time MS assumiu o lugar alto do pódio. Porém, na prova dos 1500m, o fundista acabou desclassificado depois que um de seus atletas-guias passou mal durante a corrida.

“Podemos esperar marcas muito melhores acho que a gente viu isso em Santiago, terminei inteiro a prova, infelizmente o Edelson (Ávila) acabou quebrando. Deixei a cordinha bem aberta para ele correr e eu estava correndo por fora, então a tangencia da curva maior era minha. Nos últimos 1050 metros ele sentiu bastante e eu piquei a passada, porque se não a tira a biomecânica e acaba um atrapalhando o outro. Começou a cambalear, deu tipo uma hiperglicemia nele e depois disse para mim que não sentia mais o chão. Aí ele quase caiu e a guia foi para baixo e escapou da minha mão, e eu só passei a guia de lado, e na hora eu peguei na mão dele. A gente passou a linha de mão dada na chegada, e isso não pode, tem que ter contato (com o parceiro de prova) só pela guia” lamenta Yeltsin.

Para melhorar a performace em 2024, o fundista promete mudar a estratégia junto aos seus guias visando o melhor desempenho da equipe. Sem precisar disputar um torneio classificatório (um pré-paralímpico, por exemplo), devido ao Parapan já conceder uma vaga direta para os jogos, Yeltsin planeja uma preparação ainda mais intensa para buscar novas marcas expressivas e alcançar os dois ouros desejados no Jogos Paralímpicos. “Com certeza, foco 100% nos Jogos Paralímpicos. No meio de ciclo, a gente vai chegar um pouco pesado lá, mas essa é a ideia, em Kōbe no Japão de 17 a 26 maio temos o objetivo intermediário e o objetivo principal, é o ouro e o Bicampeonato nos 1500m e nos 5000m.”, afirma Yeltsin.

O trajeto de um campeão: Yeltsin Jacques comemora os resultados de 2023 e foca nas Paralímpiadas de 2024
Campeonato Mundial de Atletismo de Paris, no Estádio Sebastian Charlety. Foto: Alessandra Cabral/ CPB.

Antes de finalizar as atividades de 2023, Yeltsin Jacques ainda tem compromisso marcado com a Sunset Prosa e Segredo que acontece neste sábado (16) às 17h30 no Parque dos Poderes, em Campo Grande. “A gente continua participando de prova dos organizadores. Vamos estar na Corrida do Prosa e Segredo que é do Porto, um cara que sempre abraçou a gente independente de organização, ele quer que a gente esteja, corra a prova e se sinta bem. O Porto já liberou para a Janaína (esposa de Yeltsin) a vez que eu estava sem guia a correr e guiar de bicicleta’ e o pessoal gostou”, lembra Yeltsin.

- publicidade -

ISBJJ MS Internacional Cup marca a abertura do Circuito MS de Jiu-jitsu 2024

Neste sábado (24) a partir das 9h (MS), o Ginásio Rádio Clube Campo, em Campo Grande, será palco da MS Internacional Cup Gi &...

Helio Lima se destaca na cobertura esportiva independente em MS

Na última sexta-feira (16) foi comemorado o dia do repórter. Encarar os desafios da reportagem é uma das missões de Hélio Lima, que tem...

Edgar Nazareth confirma saída da diretoria e DEC/Operário pode acabar em 2024

A diretoria do Operário Futebol Clube deve decidir nos próximos dias sobre a participação no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino Séria A-3. Atual Tricampeão...

Vendas liberadas! Ingressos para confronto entre Portuguesa x Operário estão disponíveis à R$20

A compra de ingressos para o confronto entre Portuguesa x Operário, que acontece às 15 horas do dia 10 de fevereiro, já pode ser...

Preservar o passado com olhos para o futuro: Nelson Antônio projeta reconstrução do Operário com foco no futebol profissional

No mês de janeiro, o Presidente do Operário Futebol Clube, Nelson Antônio da Silva, completou um ano a frente da administração da agremiação. Eleito...

Caçador de talentos do MS, técnico Mateus Sabatine aposta no projeto do Náutico para surpreender no Estadual 2024

No último final de semana foi dado o pontapé inicial do Campeonato Sul-Mato-Grossense 2024. No Estádio das Moreninhas, em Campo Grande, o Náutico foi...

Com uma trajetória de superação, goleiro Matheus de Moura visa retomar seu espaço no Bodoquena Futsal

No último sábado (13) no Ginásio Guanandizão em Campo Grande, o Operário Atlético Clube de Carrapó venceu o Bodoquena Futsal pelo placar de 7...

Glauber Caldas segue no comando da Lusa para 2024

Glauber Caldas está confirmado para a temporada 2024. O técnico campeão pela Portuguesa na Série B do ano passado estará à frente do time...

Operário apresenta elenco e aposta na juventude para retomar a hegemonia estadual na temporada 2024

Na última terça-feira (9) o Operário Futebol Clube “revelou o mistério” e apresentou o elenco profissional para a disputa da temporada 2024. A divulgação...

Congelando Emoções: Fotógrafo Giovani Neves ganha destaque na cobertura de eventos esportivos no MS

Nessa segunda-feira (8) foi comemorado o Dia Nacional do Fotógrafo. A data homenageia o profissional que com o auxílio de uma máquina, reúne elementos...

Alviverde com Preparador Físico Imponente: Bolão acerta com o Náutico para a disputa do Estadual 2024

A pré-temporada 2024 começou movimentada no futebol sul-mato-grossense. Enquanto alguns clubes retornam as atividades logo após a virada de ano, outros “correm nos bastidores”...

Do Operário a Majestade, Sullivan Gonçalves transforma o esporte em arte

Expressar o esporte como arte e transforma-lo em legado para a sociedade, esse é um dos objetivos do artista plástico, Sullivan Gonçalves. Uma iniciativa...

Costa Rica vai representar MS no Campeonato Brasileiro de Futsal 2024

O Costa Rica Esporte Clube (CREC) vai representar Mato Grosso do Sul no Campeonato Brasileiro de Futsal 2024. O anuncio oficial foi realizado pela...

Mulher de Fibra no Futebol Raiz: Narradora Isabelly Melo fez história na Liga Terrão 2023

A final da Liga Terrão 2023 entre WR Hortifruti/Casarão Nova Lima e Vó Maria disputada na Arena Serra Azul em Campo Grande, ficou marcada...

Uniforme do Operário para a temporada 2024 será apresentado em evento especial

O Operário Futebol Clube está pronto para revelar seu novo visual para a temporada 2024 do campeonato estadual de futebol, prometendo um evento emocionante...

Portuguesa vence Corumbaense e conquista Série B Sul-Mato-Grossense

Fim de Série B do Campeonato Sul-Mato-Grossense com título inédito. Neste domingo (10), em Sidrolândia, a AA Portuguesa recebeu o Corumbaense FC e venceu...

Portuguesa e Corumbaense decidem a Série B do Campeonato Sul-Mato-Grossense

Dia de decisão na Série B do Campeonato Sul-Mato-Grossense. Neste domingo (10), às 15h, AA Portuguesa e Corumbaense FC decidem o título da competição...

Operário dá salto no ranking da CBF com subida espetacular de 93 posições

O Operário Futebol Clube está em festa! A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançou o tão aguardado ranking de clubes e, para alegria dos...

Após conquistar VX1 da Copa Conesul, Manuel Tavares defende título Estadual em Nova Andradina

Após intensas 10 etapas com um total de 20 baterias disputadas, a regularidade de Manuel Tavares pesou na hora da decisão da VX1 pela...

Portuguesa enfrenta o Corumbaense na decisão do Estadual 2023

A partir de agora o ponteiro do relógio dará as últimas 24 voltas até a grande final do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol 2023 -...

Dentro e fora das quatro linhas, Danielle Mugarte se destaca junto com as “Donas do Lance” do esporte no MS

Nessa quinta-feira (7) a jornalista Danielle Mugarte completou 26 anos de idade. Dani (como é carinhosamente chamada pelos colegas) se destaca nos veículos de...

Seleção de MS já está na estrada rumo a São Paulo para participar da Taça das Favelas Nacional

Na madrugada dessa quarta-feira (8) por volta da uma hora da manhã, a Seleção de Atletas dos naipes Masculino e Feminino de Mato Grosso...

DEC/Operário conquista o título invicto da Liga Sul-Mato-Grossense de Futsal de Base

No último final de semana no Ginásio Guanandizão, o Douradina Esporte Clube/Operário Futebol Clube (DEC/Operário) venceu o clássico contra a Universidade Católica Dom Bosco...

Surdoatleta de Mato Grosso do Sul conquista primeiro lugar em Surdolimpíada Nacional em Londrina

Com muita inclusão e diversidade, pela primeira vez surdos de Mato Grosso do Sul participaram da etapa nacional da Surdolimpíada, em Londrina (PR). No...

Corumbá e Dourados são campeões da Liga MS de Voleibol 2023

A terceira edição da Liga MS de Voleibol definiu os campeões neste domingo (3). O município de Corumbá, no feminino, e Dourados/Skill Sports, no...

Lusa na Série A: Portuguesa garante acesso antecipado

A Portuguesa venceu o Náutico por 2x1 na tarde dessa quarta-feira (29/11) e fica agora a poucas trocas de passe da grande final do...

Lusa joga hoje em Campo Grande pela semifinal do Estadual

A Portuguesa entra mais uma vez em campo em busca do acesso para a primeira divisão do Estadual. O jogo de ida das semifinais...

UCDB vence o Campeonato Estadual de Futsal Feminino e garante vaga na Taça Brasil de 2024

No último final de semana a Universidade Católica Dom Bosco conquistou o Campeonato Estadual de Futsal Feminino Adulto. Salesianas bateram o arquirrival Douradina Esporte...

No campo e na quadra: Operário defende o Bicampeonato Estadual de futebol e futsal feminino

Neste sábado (25) às 09h (horário de MS) o Douradina Esporte Clube (DEC)/Operário Futebol Clube volta a ação para dar continuidade ao clássico contra...

Capitão da Portuguesa, Rafael Caldeira comemora classificação apara as semifinais da Série B do MS

A classificação da Portuguesa para as semifinais do Campeonato Sul-Mato-Grossense da Série B foi bastante comemorada pelo zagueiro Rafael Caldeira. A vaga foi assegurada...