17.8 C
Campo Grande
terça-feira, 16 agosto, 2022

Promessa da maratona treina com quenianos antes de estreia olímpica

Daniel Nascimento é um dos brasileiros classificados à prova em Tóquio.

“Bem-vindo à casa dos campeões”. A mensagem no portal na entrada da cidade queniana de Iten pode soar prepotente, mas ela é apenas sincera quando se pensa em provas de longa distância. Nas últimas dez edições das seis principais maratonas do planeta – Tóquio (Japão), Berlim (Alemanha), Londres (Reino Unido), Boston, Chicago e Nova Iorque (todas nos Estados Unidos) – um atleta do Quênia esteve no topo do pódio, em média, de seis a sete vezes em cada uma delas.

“Eles [quenianos] treinam em grupos e se ajudam o máximo possível. Querem ver um ao outro bem e fazer parte dessa história. Encaram cada competição como se fosse a última oportunidade da vida e, quando estão treinando, parece que estão escutando o hino nacional. Por mais que estejam cansados, não desistem nunca. E têm a melhor estrutura natural do mundo, praticamente, que é a altitude [2,4 mil metros acima do nível do mar]”, descreve o corredor Daniel Ferreira do Nascimento à Agência Brasil.

O paulista de 22 anos fala com conhecimento de causa. Ele está em Iten desde o último dia 6 e lá permanecerá treinando até o embarque para a Olimpíada de Tóquio. Em maio, o jovem passou duas semanas no Quênia, acompanhado do técnico Neto Gonçalves, preparando-se para a primeira maratona da carreira, em Lima (Peru). No dia 23 daquele mês, Daniel não só venceu a prova alusiva aos 200 anos da independência peruana como atingiu o índice olímpico, com a melhor marca entre os brasileiros, correndo 42 quilômetros em 2h09min04. Além dele, Daniel Chaves e Paulo Roberto de Almeida Paula também competirão na capital japonesa.

“Sinceramente, não esperava obter o índice para Tóquio. Naquela ocasião, o tempo era muito curto. Quando os Jogos foram adiados, passei a acreditar mais. Foi tudo passo a passo. Competi no Troféu Brasil, no Mundial de Meia e aquilo foi fortalecendo. Faltando pouco de novo para fechar [a janela para obter] o índice, o pessoal falou: ‘Daniel, vai para a maratona que você vai ser dar bem’. Apareceu um patrocinador que propôs a ida ao Quênia. Quando cheguei lá, fiquei ainda mais motivado”, recorda o maratonista.

“[Ir ao] Quênia é uma coisa que desejo para todo mundo, não só para quem é atleta. Você aprende sobre simplicidade e humildade. Um ajuda o outro. Eles vivem de alimentação natural, então, o que plantam, eles vendem ou utilizam para consumo. A tradição deles é bíblica e eles respeitam bastante, primeiro, as leis de Deus e depois as leis dos homens. Aprendi muitas coisas”, completa.

Acostumado a treinar sozinho em Bauru (SP), Daniel pôde compartilhar, na primeira estada em Iten, o dia a dia com fundistas que, segundo ele, costumava ver apenas por vídeo e ter uma dimensão do resultado das atividades. Rotina que, no retorno ao Quênia, é ainda mais intensa e decisiva.

“Antes dos Jogos, a maioria dos atletas [quenianos] se prepara na Europa, fazendo trabalhos com os treinadores de lá, de fortalecimento, porque no Quênia é difícil ter essa estrutura. Lá é tudo na base do conhecimento e da sabedoria. Só que agora é o momento olímpico, então, para cada lado que eu olhar, terá um adversário meu da maratona. Perto de onde estou vejo o [Eliud] Kipchoge correndo para lá e para cá [risos]”, conta o brasileiro, em alusão ao maratonista que é o atual campeão olímpico e recordista mundial.

A empolgação atual contrasta com a sensação vivenciada por Daniel após a Corrida Internacional de São Silvestre de 2018, quando deixou a prova com dores no tendão de aquiles. Apesar de já ser uma das promessas do atletismo brasileiro, o jovem desistiu do esporte e voltou a trabalhar na roça, como ele mesmo diz, em Paraguaçu Paulista (SP), onde nasceu. Meses depois, porém, retomou os treinos a tempo de ser o brasileiro mais bem colocado da São Silvestre seguinte, com o 11º lugar.

“A principal experiência daquele período na roça foi aprender a valorizar o que se quer e ama fazer. Às vezes, o cara adota uma profissão, mas é apaixonado por outra coisa. Graças a Deus, consegui me encontrar e isso deixou meu psicológico forte. Quando você começa a ganhar provas, fica mais motivado e tem que se embalar. Se você parar e ficar olhando para trás, não chega na frente. Um queniano, brincando comigo, disse que tenho que imaginar que sou uma Ferrari. Pode ver que o retrovisor da Ferrari é pequenininho. É justamente para nem olhar para trás”, reflete Daniel, que não vê a hora de colocar tanto aprendizado em prática em Tóquio.

“Eles [quenianos] são de carne e osso como a gente, com dias bons e ruins. Vou me preparar e ter coragem de ir para cima. Se der certo ou errado, o aprendizado será igual, pois a vida é assim”, conclui.

Agência Brasil

- publicidade -

Revelado no futebol de MS, Matheus Rios assina contrato profissional com o Safor da Espanha

Neste final de semana o lateral direito Matheus Rios deixa o Brasil rumo aos gramados europeus. O jovem de 18 anos que...

Disputa no beach tennis agitou o fim de semana esportivo na capital

Entre tantas modalidades esportivas, uma das que mais cresce no Brasil e no mundo é o beach tennis. E o crescimento entre...

4ª etapa do Campeonato Estadual Sul-Mato-Grossense de Motocross promete agitar Sonora

Após breve intervalo, os pilotos do Estado e de federações vizinhas poderão matar a saudade das competições no segundo semestre com a...

Campo Grande será sede da etapa final do Circuito Nacional de Badminton

A última quinta-feira (4) ficou marcada como uma data histórica para os praticantes de badminton em Mato Grosso do Sul. Em novembro,...

Badminton é destaque no 1º final de semana dos Jogos Abertos de Campo Grande

No último domingo (24) no Ginásio Poliesportivo do Rádio Clube Campo foi realizado o encerramento da modalidade badminton com as finais na...

Há exatos 33 anos o Operário participava da 1ª edição da Copa do Brasil

Há exatos 33 anos, aconteceu a primeira edição da Copa do Brasil que contou com a participação do Operário Futebol Clube, campeão...

Cidade de Nioaque recebe etapas finais de competições escolares em duas modalidades

Na próxima sexta-feira (8) o município de Nioaque será sede do 2º Circuito Estadual de Badminton – FEEMS e da Copa FEEMS...

Disputas off-road movimentam Cassilândia durante 3ª etapa do Motocross

O ano ainda nem acabou e Cassilândia já deixou marca como uma das cidades mais animadas do calendário do Motocross 2022. Neste...

Campo Grande será sede do Badminton Open de Mato Grosso do Sul

Começou nesta quinta-feira (16) o período de inscrições para o Badminton Open de Mato Grosso do Sul. O torneio será exclusivo para...

2º Circuito Estadual Escolar de Badminton – FEEMS começa neste final de semana

No próximo sábado (18) começa o 2º Circuito Estadual Escolar de Badminton da FEEMS em Campo Grande. O torneio promete agitar o...

Equipe da UCDB tem jogos decisivos em Campo Grande nos próximos dias

A semana promete ser de fortes emoções para as equipes da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). O time masculino joga pelas quartas...

Confederação Brasileira do Desporto Escolar deve voltar as atenções para os Jogos Escolares Brasileiros

No último final de semana foi encerrada a participação da Delegação Brasileira no Gymnasiade da Normandia-França. Representado pela Confederação Brasileira do Desporto...

Operário realiza amistoso em Sidrolândia de olho na estreia do Campeonato Sul-Mato-Grossense Sub-20

Na próxima quarta-feira (24) às 18h no estádio Sotero Zárate em Sidrolândia, será realizado um amistoso entre a seleção local e a...

Maria Júlia conquista medalha de bronze e Judô do MS faz história no Gymnasiade 2022

Nesta quinta-feira (19) no encerramento do judô na Gymnasiade 2022, a atleta Maria Júlia Siqueira Moreira terminou na terceira colocação da categoria...

Comercial se prepara para a disputa das quartas de final da Taça a Bola Rolou de Futsal

Neste final de semana, será definido os últimos classificados para a fase mata-mata da Taça a Bola Rolou de Futsal no ginásio...

Auxílio Atleta ajuda esportistas de Campo Grande a competirem em outros estados

Para receber o recurso, o atleta deve ser brasileiro nato ou naturalizado, possuir idade mínima de oito anos, residir no município há mais de um ano e estar em plena atividade esportiva para participar de competições.

Jogos Escolares da Juventude de Mato Grosso do Sul começam na próxima semana

Ao todo, estarão nas quadras 1.068 estudantes-atletas (719 no masculino e 349 no feminino).

Valendo vaga na Copa do Brasil e na Copa São Paulo, Sul-Mato-Grossense Sub-20 começa este mês

Estarão na disputa: União ABC, Operário Futebol Clube, Esporte Clube Comercial, Náutico Futebol Clube, Serc Chapadão e Dourados Atlético Clube.

Taça Brasil de Futsal feminino será realizada no Ginásio Guanandizão em Campo Grande

Taça Brasil de Futsal feminino será realizada no Ginásio Guanandizão em Campo Grande

Após prata olímpica, Brasil estreia quarta em Mundial de Boxe Feminino

A campanha do Brasil no Mundial de Boxe Feminino, evento mais importante da modalidade após a Olimpíada de Tóquio, começa às 8h...

Costa Rica empata com Grêmio Anápolis e se mantém no G4 da Série D do Brasileirão

Costa Rica saiu perdendo, mas buscou o empate que garantiu mais um ponto na tabela. Marcos Brazion fez o gol dos visitantes e Edson deixou tudo igual para os donos da casa.

Federação de Badminton do MS realiza 35º Jogos Escolares de Campo Grande

Nesta sexta-feira (6) a partir das 13h no ginásio Unigram Capital será realizado o 35º Jogos Escolares de Campo Grande. Nesta quinta-feira...

Operário é o grande campeão do Sul-Mato-Grossense 2022, com vitória sobre o Aquidauanense

Galo conta com o grande apoio da sua torcida Operariana que literalmente "invadiu" as arquibancadas em Aquidauana.

Torcidas Organizadas do Operário promovem caravanas e prometem “invadir” Aquidauana no domingo

Neste domingo (24) às 15h no estádio Noroeste em Aquidauana, tem Aquidauanense e Operário pela última rodada do hexagonal final do Campeonato...

Em clima de final, Operário recebe o Naviraiense no estádio Morenão

Neste domingo (10) às 16h no estádio Morenão tem Operário e Naviraiense pela sétima rodada do hexagonal final do Campeonato Sul-Mato-Grossense. O...

Delegação de Taekwondo da FEEMS conquista a primeira medalha na Seletiva Nacional Gymnasiade

Nesta quinta-feira (7) foi realizada a abertura oficial do Taekwondo na Seletiva Nacional Gymnaside etapa de Macapá-AP. Heloísa Ferreira dos Santos foi...

Delegação de Taekwondo da FEEMS embarca nesta quarta-feira (6) para etapa de Macapá-AP

Nesta semana a Seletiva Nacional Gymnasiade abre oficialmente a etapa de Macapá com a disputas do Taekwondo. Amanhã (6) os organizadores recebem...

Delegação de Natação da FEEMS conquista 3 medalhas na abertura da Seletiva Nacional Gymnasiade

Nesta terça-feira (29) a piscina da Universidade Tiradentes em Aracaju – SE recebeu a abertura oficial da natação na Seletiva Nacional Gymnasiade....

Delegação de Natação da FEEMS inicia caminhada rumo à Gymnasiade

A Delegação Sul-Mato-Grossense de Natação já está a caminho de Aracaju - SE para a disputa da Seletiva Nacional Gymnasiade. O grupo...

Maracaju dá a largada oficial ao Campeonato Estadual Sul-Mato-Grossense de Motocross 2022

O giro dos motores vai subir pela primeira vez em 2022 pelo Campeonato Estadual Sul-Mato-Grossense de Motocross neste fim de semana, no...